Por que o Facebook, WhatsApp, Google são grátis?

Descubra e veja o motivo pelo qual você nunca irá pagar por eles.

Sem títuloSe você faz parte dos quase 90% dos brasileiros que possuem celular Android ou que utilizam serviços do Google, ou então dos quase 99% dos brasileiros que acessam a internet e utilizam serviços de empresas como Microsoft, Apple e Facebook, incluindo seus derivados como Gmail, WhatsApp, Instagram e etc, gostaríamos de explicar o porquê desses esses serviços serem grátis, e também o motivo pelo qual você nunca pagará por eles.

Simples: porque você é o produto.

Todas as informações trafegadas por esses serviços são utilizadas por diversas instituições para fins políticos e comerciais, além, claro, da vigilância governamental. A gigantesca massa de dados que passa por eles são importantíssimas e, hoje, imprescindíveis para esses grupos que as analisam, a fim de determinar seus planos de ações futuras e, por exemplo, na criação de anúncios direcionados: aqueles que você terá maior chance de comprar.

A essa técnica dá-se o nome de ‘Mineração de Dados‘.

A utilização desta massa de dados, no entanto, vai muito além do âmbito comercial. Em tempos onde a democracia representativa encontra-se cada vez mais determinada na defesa de interesses dos grandes detentores de capital, a utilização desses dados tem se mostrado como importantíssima e extremamente imprescindível ferramenta na análise e direcionamento de mensagens e direcionamentos políticos.

Recentemente, a imprensa vazou um experimento interno do Facebook que ‘filtrava’ a sua time line com posts apontados como ‘tristes’ por algoritmos internos da empresa, e então, através da análise do seu relacionamento com eles, tiveram êxito em moldar o humor dos indivíduos desse grupo, tendo eles também demonstrado comportamentos relacionados como ‘tristes’ em seu cotidiano. Essa descoberta só evidenciou algo que todos nós sabemos que acontece na internet. As grandes empresas de tecnologia que fornecem serviços sociais e de comunicação, aparentemente inofensivos, escondem, na verdade que estão, cada vez mais, reunindo um potencial enorme de manipulação tão profunda em cidadãos dos mais diversos países a ponto de literalmente terem o poder de mudar o seu humor. Sua preferência política, então? Fichinha…

E como isso pode ser prejudicial para nós, produtos comercializados por essas gigantes?

Simples: grupos políticos ou até mesmo privados que tenham interesses políticos em determinadas regiões podem, através da Mineração de Dados, analisar, estudar e então criar formas e planos comunicativos a fim de moldar essa opinião pública, além de poderem, também, utilizar a simples análise dos assuntos mais comentados e suas respectivas reações, para então moldar discursos e ganhar mais seguidores que nas próximas eleições podem se tornar seus eleitores. Tristeza, empolgação, alegria, esperança, reações possíveis de serem identificadas para então moldar a abordagem como elas serão tratadas por aqueles que querem te manipular.

Técnicas de comunicação em massa nas redes sociais são difundidas por redes de robôs ou até mesmo pessoas contratadas cujo objetivo é criar informações falsas, moldadas a partir da análise da massa de dados adquiridas através da Mineração. Mentiras são tidas como verdades pois são compartilhadas milhares de vezes. Mensagens satíricas e memes são criados quando a massa aponta que para aquele assunto as pessoas tendem a interagir mais quando estão felizes. Textos formais e de fonte críveis são utilizados quando percebe-se que o acolhimento daquele assunto é maior sob uma perspectiva mais séria.

As possibilidades são infinitas, e quanto mais usamos essas ferramentas, mais eles podem nos manipular.

Trataremos esse assunto novamente em breve, e, por hora, deixamos aqui uma breve demonstração dos dados que o Google armazena a seu respeito, e que se dão ao trabalho de lhe informar.

Se você, caro leitor, chegou até aqui e for perspicaz, perceberá que esse momento é aquele em que vos apresentamos as duas pílulas. Tenha real dimensão do mundo que vos cerca e tome a pílula vermelha, compartilhando o post e usando a sua liberdade para lutar pela dos demais. Não fazer nada é tomar a pílula azul e ser feliz em sua eterna ignorância.

Anonymous

[HISTORICO DE LOCALIZAÇÃO]
Conferir no Google Maps todos os locais em que você esteve, por quanto tempo ficou em cada um deles e todas as distãncias percorridas:
https://www.google.com/maps/timeline

[ATIVIDADE NA WEB E DE APPS]
Conferir suas pesquisas anteriores e o conteúdo que você procurou no Google Chrome e em outros aplicativos:
https://history.google.com/history

[ATIVIDADE DE VOZ E ÁUDIO]
Conferir as entradas de voz e áudio que você enviou para o Google
https://history.google.com/history/audio

[INFORMAÇÕES DO DISPOSITIVO]
Confira seus contatos, aplicativos e outros dados do dispositivo enviados para o Google
https://history.google.com/history/device

[HISTÓRICO DE EXIBIÇÃO DO YOUTUBE]
Conferir vídeos do YouTube a que você assistiu
https://history.google.com/history/youtube/watch

[HISTÓRICO DE PESQUISA DO YOUTUBE]
Conferir suas pesquisas anteriores no YouTube
https://history.google.com/history/youtube

Fonte: Anonymous Brasil

Anúncios

FORO DE SP – O INIMIGO DO BRASIL

CONHEÇA O “FORO DE SÃO PAULO”, O MAIOR INIMIGO DO BRASIL

24/03/2014 – VEJA.Com – Blog Felipe Moura Brasil
O maior inimigo do Brasil e do continente nas últimas décadas precisa ser identificado pelos homens de bem deste país, de modo que reúno abaixo o mínimo que você precisa saber a respeito para se informar e educar os amigos, compartilhando este link nas redes sociais.
Fundado em 1990 por Lula e Fidel Castro — por ideia de Lula, segundo ele mesmo declarou (o que nunca é de todo confiável) em maio de 2011 [ver Vídeo 5] —, o “Foro de São Paulo é a mais vasta organização política que já existiu na América Latina e, sem dúvida, uma das maiores do mundo. Dele participam todos os governantes esquerdistas do continente. Mas não é uma organização de esquerda como outra qualquer. Ele reúne mais de uma centena de partidos legais e várias organizações criminosas ligadas ao narcotráfico e à indústria dos sequestros, como as ‪#‎Farc‬ e o ‪#‎MIR‬chileno, todas empenhadas numa articulação estratégica comum e na busca de vantagens mútuas. “Nunca se viu, no mundo, em escala tão gigantesca, uma convivência tão íntima, tão persistente, tão organizada e tão duradoura entre a política e o crime”, como escreveu em 2007 o filósofo Olavo de Carvalho, autor do “best seller” idealizado e organizado por mim, O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota.
Por quase duas décadas, os jornais e supostos oposicionistas brasileiros esconderam do grande público a existência do Foro de São Paulo, descoberto pelo advogado paulista José Carlos Graça Wagner, que o denunciou publicamente em 1º de setembro de 1997, e não faltou quem rotulasse seus denunciadores como “teóricos da conspiração”. De uns anos para cá, quando o Foro já tinha feito e desfeito governos em toda a América Latina, elegendo presidentes dos países do continente cerca de 15 membros da organização, seu nome começou a aparecer aqui e ali em reportagens, como se o Foro fosse apenas uma entidade como outra qualquer.
***Vamos ver se é mesmo? Vem comigo.
I.
***VÍDEO 1 – 2012 – MENSAGEM DE LULA EM APOIO A HUGO CHÁVEZ: https://www.youtube.com/watch?v=tD4mfCnugXo

“Em 1990, quando criamos o Foro de São Paulo, nenhum de nós imaginava que em apenas duas décadas chegaríamos onde chegamos. Naquela época, a esquerda só estava no poder em Cuba. Hoje, governamos um grande número de países e, mesmo onde ainda somos oposição, os partidos do Foro têm uma influência crescente na vida política e social. Os governos progressistas estão mudando a face da América Latina. (…) Em tudo que fizemos até agora, que foi muito, o Foro e os partidos do Foro tiveram um grande papel que poderá ser ainda mais importante se soubermos manter a nossa principal característica: a unidade na diversidade. (…) Sob a liderança de Chávez, o povo venezuelano teve conquistas extraordinárias, as classes populares nunca foram tratadas com tanto respeito, carinho e dignidade. (…) Tua vitória será a nossa vitória.”

II.
***VÍDEO 2 – 2008 – HUGO CHÁVEZ CONFESSA: LULA E FARC JUNTOS NO FORO DE 1995: https://www.youtube.com/watch?v=BRW-fdcaMfM

Hugo Chávez confessa ter conhecido o presidente Lula e um dos então comandantes das Farc, Raúl Reyes — cuja eliminação pelo Exército colombiano no nordeste do Equador ele lamenta e furiosamente critica — na reunião do Foro de São Paulo de 1995, em San Salvador, capital de El Salvador, na América Central:
“Recebi o convite para assistir, em 1995, ao Foro de São Paulo, que se instalou naquele ano em San Salvador. (…) Naquela ocasião conheci Lula, entre outros. E chegou alguém ao meu posto na reunião, a uma mesa de trabalho onde estávamos em grupo conversando, e lembro que colocou sua mão aqui [no ombro esquerdo] e disse: ‘Cara, quero conversar com você.’ E eu lhe disse: ‘Quem é você?’ ‘Raúl Reyes, um dos comandantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.’ Nós nos reunimos nesta noite, em algum bairro humilde lá de El Salvador. (…) E então se abriu um canal de comunicação e ele veio aqui (…) e conversamos horas e horas. Depois, em uma terceira e última ocasião, passou por aqui também.”

III.
A PARCERIA ENTRE FARC E PT, SEGUNDO O COMANDANTE RAÚL REYES…
Em entrevista à Folha de S. Paulo de 27 de agosto de 2003, Raúl Reyes dera, entre outras, as seguintes declarações:
“Folha — O sr. conheceu Lula?
Reyes — Sim, não me recordo exatamente em que ano, foi em San Salvador, em um dos Foros de São Paulo.
Folha — Houve uma conversa?
Reyes — Sim, ficamos encarregados de presidir o encontro. Desde então, nos encontramos em locais diferentes e mantivemos contato até recentemente. Quando ele se tornou presidente, não pudemos mais falar com ele.
Folha — Qual foi a última vez que o sr. falou com ele?
Reyes — Não me lembro exatamente. Faz uns três anos.
Folha — Fora do governo, quais são os contatos das Farc no Brasil?
Reyes — As Farc têm contatos não apenas no Brasil com distintas forças políticas e governos, partidos e movimentos sociais…
Folha — O senhor pode nomear as mais importantes?
Reyes — Bem, o PT, e, claro, dentro do PT há uma quantidade de forças; os sem-terra, os sem-teto, os estudantes, sindicalistas, intelectuais, sacerdotes, historiadores, jornalistas…
Folha — Quais intelectuais?
Reyes — [O sociólogo] Emir Sader, frei Betto [assessor especial de Lula] e muitos outros.”

IV.
A MENTIRA DE VALTER POMAR SOBRE FARC E FORO…
Em 18 de agosto de 2010, saiu no Estadão Online:
“O secretário executivo do Foro de São Paulo, Valter Pomar, do Partido dos Trabalhadores (PT), negou hoje (18/08) qualquer vínculo desse grupo de partidos da esquerda e da centro-esquerda latino-americanas, criado em 1990, com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). ‘As Farc não participam e nunca participaram do Foro de São Paulo’, disse Pomar, em entrevista a correspondentes brasileiros em Buenos Aires, onde se realiza o 16.º encontro da organização.
A Agência Estado insistiu na indagação sobre se nem em 1990, ano da criação do grupo pelo PT, na capital paulista, houve a participação no Foro de algum partido político ligado às Farc. ‘Eu estava lá. Não participou nem como um setor de partido’, afirmou. Segundo ele, todos os representantes da Colômbia que participam das reuniões do Foro pertencem a organizações e partidos legais. O secretário executivo do Foro disse que esse assunto voltou à tona por causa da declaração do candidato a vice-presidente na chapa do tucano, José Serra, Índio da Costa (DEM), sobre a ligação entre PT e Farc.”
Olavo de Carvalho escreveu na ocasião:
“Quer dizer então, óh figura, que o Raúl Reyes mentiu ao dizer que presidira a uma assembleia do Foro, ao lado de Lula? Quer dizer que o Hugo Chávez estava delirando ao dizer que conhecera Raúl Reyes e Lula numa reunião do Foro? Quer dizer que o expediente da revista América Libre é todo falsificado? Quer dizer que as atas do Foro foram inventadas por mim, que ainda tive o requinte de escrevê-las em espanhol? Ora, vá lamber sabão…”

V.
DISCURSO DE LULA DE 02 DE JULHO DE 2005 – 15 ANOS DE FORO…
Pronunciado na celebração dos 15 anos de existência do Foro de São Paulo e reproduzido no site oficial do governo, este discurso é, segundo Olavo de Carvalho, “a confissão explícita de uma conspiração contra a soberania nacional, crime infinitamente mais grave do que todos os delitos de corrupção praticados e acobertados pelo atual governo; crime que, por si, justificaria não só o impeachment como também a prisão do seu autor…”:
“Em função da existência do Foro de São Paulo, o companheiro Marco Aurélio [Garcia] tem exercido uma função extraordinária nesse trabalho de consolidação daquilo que começamos em 1990… Foi assim que nós, em janeiro de 2003, propusemos ao nosso companheiro, presidente Chávez, a criação do Grupo de Amigos para encontrar uma solução tranquila que, graças a Deus, aconteceu na Venezuela. E só foi possível graças a uma ação política de companheiros. Não era uma ação política de um estado com outro estado, ou de um presidente com outro presidente. Quem está lembrado, o Chávez participou de um dos foros que fizemos em Havana. E graças a essa relação foi possível construirmos, com muitas divergências políticas, a consolidação do que aconteceu na Venezuela, com o referendo que consagrou o Chávez como presidente da Venezuela.
Foi assim que nós pudemos atuar junto a outros países com os nossos companheiros do movimento social, dos partidos daqueles países, do movimento sindical, sempre utilizando a relação construída no Foro de São Paulo para que pudéssemos conversar sem que parecesse e sem que as pessoas entendessem qualquer interferência política…”
***Olavo de Carvalho escreveu na ocasião:
“(…) O sr. presidente confessa, em suma, que submeteu o país a decisões tomadas por estrangeiros, reunidos em assembleias de uma entidade cujas ações o povo brasileiro não devia conhecer nem muito menos entender.
Não poderia ser mais patente a humilhação ativa da soberania nacional, principalmente quando se sabe que entre as entidades participantes dessas reuniões decisórias constam organizações como o MIR chileno, sequestrador de brasileiros, e as Farc, narcoguerrilha colombiana, responsável, segundo seu parceiro “Fernandinho Beira-Mar”, pela injeção de duzentas toneladas anuais de cocaína no mercado nacional. (…)”

VI.
***VÍDEO 3 – LULA MENTE PARA BORIS CASOY DURANTE CAMPANHA DE 2002: https://www.youtube.com/watch?v=qMqH3DRDjCs

Em entrevista ao Jornal da Record, durante a campanha eleitoral de 2002, Lula mente descaradamente ao negar a existência de uma aliança entre ele, Hugo Chávez e Fidel Castro.

VII.
PT/FARC/FORO – SEQUÊNCIA DE FATOS…
Em 24 de setembro de 2007, Olavo de Carvalho publicou o artigo: “O perigo sou eu”, no qual pede mais uma vez ao leitor — já o tinha feito em “Relendo notícias”, de 2003 — a gentileza de examinar brevemente esta sequência de fatos:
“· Abril de 2001: O traficante Fernandinho-Beira Mar confessa que compra e injeta no mercado brasileiro, anualmente, duzentas toneladas de cocaína das Farc em troca de armas contrabandeadas do Líbano.
· 7 de dezembro de 2001: O Foro de São Paulo, coordenação do movimento comunista latino-americano, sob a presidência do sr. Luís Inácio Lula da Silva, lança um manifesto de apoio incondicional às Farc, no qual classifica como ‘terrorismo de Estado’ as ações militares do governo colombiano contra essa organização.
· 17 de outubro de 2002: O PT, através do assessor para assuntos internacionais da campanha eleitoral de Lula, Giancarlo Summa, afirma em nota oficial que o partido nada tem a ver com as Farc e que o Foro de São Paulo é apenas ‘um foro de debates, e não uma estrutura de coordenação política internacional’.
· 1º de março de 2003: O governo petista estende oficialmente seu manto de proteção sobre as Farc, recusando-se a classificá-las como organização terrorista conforme solicitava o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe.
· 24 de agosto de 2003: O comandante das Farc, Raul Reyes, informa que o principal contato da narcoguerrilha no Brasil é o PT e, dentro dele, Lula, Frei Betto e Emir Sader.
· 15 de março de 2005: Estoura o escândalo dos cinco milhões de dólares das Farc que um agente dessa organização, o falso padre, Olivério Medina, afirma ter trazido para a campanha eleitoral do sr. Luís Inácio Lula da Silva. O assunto é investigado superficialmente e logo desaparece do noticiário.
· 2 de julho de 2005: Discursando no 15º. Aniversário do Foro de São Paulo, o sr. Luís Inácio Lula da Silva entra em contradição com a nota de 17 de outubro de 2002, confessando que o Foro é uma entidade secreta, ‘construída para que pudéssemos conversar sem que parecesse e sem que as pessoas entendessem qualquer interferência política’, que essa entidade interferiu ativamente no plebiscito venezuelano e que ali, em segredo, ele próprio tomou decisões de governo junto com Chávez, Fidel Castro e outros líderes esquerdistas, sem dar ciência disto ao Parlamento ou à opinião pública.
· 9 de abril de 2006: O chefe da Delegacia de Entorpecentes da PF do Rio, Vítor Santos, informa ao jornal “O Dia” que “dezoito traficantes da facção criminosa Comando Vermelho — entre eles pelo menos um da Favela do Jacarezinho e outro do Morro da Mangueira — vão periodicamente à fronteira do Brasil com a Colômbia para comprar cocaína diretamente com guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Os bandidos são alvo de investigação da Polícia Federal. Eles ocuparam o espaço que já foi exclusivo de Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar”.
· 12 de maio de 2006: O PCC em São Paulo lança ataques que espalham o terror entre a população. Em 27 de dezembro é a vez do Comando Vermelho fazer o mesmo no Rio de Janeiro.
· 18 de julho de 2006: O Supremo Tribunal Federal, sob a pressão de um vasto movimento político orquestrado pelo PT, concede asilo político ao falso padre, Olivério Medina, agente das Farc.
· 16 de maio de 2007: O juiz, Odilon de Oliveira, de Ponta-Porã, divulga provas de que as Farc atuam no território nacional treinando bandidos do PCC e do Comando Vermelho em técnicas de guerrilha urbana.
· 12 de fevereiro de 2007: As Farc fazem os maiores elogios ao PT por ter salvo da extinção o movimento comunista latino-americano por meio da fundação do Foro de São Paulo.
· Agosto de 2007: Nos vídeos preparatórios ao seu 3º. Congresso, o PT admite que seu objetivo é eliminar o capitalismo e implantar no Brasil um regime socialista; e fornece ainda um segundo desmentido à nota de, Giancarlo Summa, ao confessar que o Foro de São Paulo é ‘um espaço de articulação estratégica’ …(sic).
· 19 de setembro de 2007: Lula oferece o território brasileiro como sede para um encontro entre Hugo Chávez e os comandantes das Farc.
Entre esses fatos ocorreram outros inumeráveis cuja data não recordo precisamente no momento, entre os quais o fornecimento maciço de armas às Farc pelo governo Hugo Chávez, uma campanha nacional de mídia para desmoralizar o analista estratégico americano Constantine Menges que divulgava a existência de um eixo Lula-Castro-Chávez-Farc, os tiroteios entre guerrilheiros das Farc e soldados do Exército brasileiro na Amazônia, as denúncias de que as Farc davam treinamento em guerrilha urbana aos militantes do MST e, é claro, várias assembléias gerais e reuniões de grupos de trabalho do Foro de São Paulo.
A existência de uma ligação profunda, constante e solidária entre o PT e as Farc é um fato tão bem comprovado, que quem quer que insista em negá-la só pode ser parte interessada na manutenção do segredo ou então um mentecapto incurável. (…)”

VIII.
***VÍDEO 4 – 14ª REUNIÃO DO FORO – MONTEVIDÉU, 2008:https://www.youtube.com/watch?v=fCEJ3ydG0H8

Reportagem da Veja.com sobre o XIV Encontro do Foro de São Paulo, em Montevidéu, em 2008, com as participações dos petistas: José Eduardo Martins Cardozo (Ministro da Justiça), Marco Aurélio Garcia, Raul Pont, Valter Pomar e Nilmário Miranda; e a repetição de todos os chavões socialistas e gritos revolucionários.

IX.
VÍDEO 5 – DISCURSO DE LULA DE 2011 – 17ª REUNIÃO DO FORO:https://www.youtube.com/watch?v=y1456joMic4

Trechos do discurso de Lula, em que ele lembra de quando teve a ideia do Foro e do dia em que conheceu Fidel Castro, admite que Chávez tentou um golpe na Venezuela, e mostra como os participantes da entidade foram conquistando o poder em toda a América Latina, país por país (além, é claro, de soltar todas as suas bravatas eleitoreiras):
“(…) Querido companheiro, Daniel Ortega, presidente da Nicarágua, e sua companheira, Rosário [Murillo]; querido companheiro, [Ricardo] Alarcón [de Quesada], representando aqui o extraordinário povo cubano; querido companheiro, [Nicolás] Maduro, chanceler da Venezuela, queridos companheiros latino-americanos e convidados para essa 17ª reunião do Foro de São Paulo.
Eu tenho sempre a preocupação, querido [José Manuel] Zelaya, de participar desses Foros e falar em português. [Trecho inaudível…] não entende nada do que ‘yo hablo’. [Risos.] Eu tenho um tradutor que é um cubano naturalizado brasileiro. Se precisar o tradutor pode traduzir para que todo mundo entenda o que estou “hablando”. Se entende… Bom, se não entender, eu não tenho culpa.
Eu queria dizer a todos vocês que eu tô emocionado porque faz muito tempo que eu não participo de uma reunião do Foro de São Paulo. Parece que a última foi no Bar Latino em São Paulo em 2005, mas muito de passagem. E eu lembro quando tivemos a ideia de construir o Foro de São Paulo. Em 1985, eu fiz uma entrevista para um jornal brasileiro, e eu dizia que não era possível um metalúrgico chegar à presidência pelo voto e disputando democraticamente uma eleição. Quatro anos depois, eu fui à primeira disputa presidencial, fui para a segunda volta [turno], e terminei as eleições com 47% dos votos. O PT saiu muito fortalecido daquela eleição. “Os partidos de esquerda que estão aqui, brasileiros — não sei se estão todos, mas o ‪#‎PCdoB‬, o ‪#‎PSB‬, não sei se estão… o ‪#‎PDT‬ — que estiveram juntos comigo, todos nós saímos muito fortalecidos…”
E aí então veio a ideia, conversando com os companheiros cubanos num primeiro momento, de fazermos uma reunião da esquerda latino-americana. E fizemos em São Paulo, no Hotel Danúbio que já não existe mais, em junho de 1990, a nossa primeira reunião. Havia, meu querido Maduro, tantos partidos de esquerda na América Latina e tantas divergências, que só da Argentina compareceram 13 partidos políticos, e a única coisa que unificava os argentinos eram os gols de Maradona na Copa do Mundo de 1990. [Risos. Aplausos.] Havia um processo de desconfiança muito grande entre toda a esquerda latino-americana. Nós não tínhamos ainda aprendido uma lição básica que iria permitir que a esquerda chegasse ao poder. Nós temos um brilhante educador brasileiro, que já morreu, um dos mais importantes, que muitos latino-americanos conhecem, “Paulo Freire”, e ele dizia: ‘Juntar os diferentes para derrotar os antagônicos.’
E nós fomos aprendendo a conviver entre nós, e fomos construindo uma relação democrática difícil, complicada, muitas vezes era necessário muita paciência. Eu lembro que uma vez na reunião do Foro de São Paulo em El Salvador, nós não deixamos o Chávez participar, porque Chávez tinha tentado o golpe na Venezuela e nós não deixamos ele participar. Era muito difícil. Havia um processo de desconfiança entre nós muito grande. E de coração eu quero dizer pra vocês que uma das forças políticas que mais contribuiu para que nós chegássemos a construir o que nós construímos foram os companheiros do partido comunista cubano, que sempre tiveram paciência e experiência de nos ajudar. Não posso desmerecer o trabalho do companheiro, Marco Aurélio Garcia, que hoje está no governo, não está aqui, mas que participou de quase todas as reuniões do Foro de São Paulo.
Eu fico imaginando que algumas pessoas não estão mais aqui entre nós. E eu queria saudar aqueles que não estão aqui entre nós, homenageando o companheiro, Schafik [Handal], da Frente Farabundo Martí, que não está entre nós. [Aplausos.] Nós estamos um pouco mais velhos. Quando começou o Foro, eu não tinha nenhum cabelo branco. Tomaz Borges, tinha todo o cabelo na cabeça. [Risos] Daniel Ortega era cabeludo. [Risos] Ou seja: nós estamos cansados, mais do que quando começamos o Foro. Mas o caminho que nós percorremos não pode perder a importância das nossas conquistas. Nós estamos falando de 21 anos. Vinte e um anos é o tempo de maturidade de um jovem ou de uma jovem. E nesses 21 anos, olhemos a fotografia da America Latina de 1990 e olhemos a fotografia da America Latina de 2011, e nós vamos perceber que um verdadeiro furacão de democracia passou pelo nosso continente. Um verdadeiro furacão.
Eu fico olhando a América do Sul. Quando cheguei à presidência em 2002, só tinha o Chávez. Mesmo assim, tinha sofrido um golpe. Depois, veio [Nestor] Kirchner. Depois de Kirchner, veio eleições no Paraguai. Depois, no Uruguai, com Tabaré [Ramón Vázquez Rosas]. Depois veio no Equador. E nós fomos fazendo uma mudança extraordinária que culminou com a eleição do companheiro, Evo Morales na Bolívia. [Aplausos.] É a demonstração mais viva dessa evolução política da esquerda latino-americana. [Aplausos.]
Porque esses meninos, e eu digo meninos porque tive o prazer de participar no dia 19 de julho de 1980 do primeiro aniversário da Frente Sandinista quando o orador principal foi Tomás Borges, o dia em que eu conheci Fidel Castro e fomos comer uma lagosta na casa não sei de quem, e eu lembro perfeitamente bem que, depois de chegar ao poder por uma revolução, no momento certo, a Frente Sandinista não teve medo e convocou eleições democráticas. Perdeu. Daniel é o único ser humano do planeta que perdeu mais eleições do que eu. Eu perdi três eleições. Daniel perdeu quatro eleições. [Risos.] Quatro eleições. Entretanto, por nenhum momento, por mais acusado que esse companheiro fosse, ele deixou de acreditar que o caminho da democracia que a Frente Sandinista tinha optado era o melhor para a Nicarágua. E agora está o companheiro de volta para a presidência da República pela via do voto direto. Eu, como vocês estão percebendo, tenho muita dificuldade de fazer qualquer discurso de oposição depois de oito anos de governo. (…)”

X.
***VÍDEO 6 – JOSÉ DIRCEU FALA DO FORO NO PROGRAMA “PROVOCAÇÕES”: https://www.youtube.com/watch?v=px7nPh8GGIY

Como escreveu Olavo de Carvalho no facebook:
“Há anos aviso que no Foro de São Paulo o mais importante não são as assembleias, mas as conversações discretas, ou reservadas, onde o destino de vários países é decidido pelas costas da população. Exemplo:”
ANTÔNIO ABUJAMRA: Anos atrás, você podia prever uma América Latina assim: Fidel, Chávez, Morales, Bachelet, Correa… Quem mais? TODOS de esquerda na América do Sul! Você podia prever que isso ia acontecer?
JOSÉ DIRCEU: Prever, não. Mas nós já lutávamos por isso e já trabalhávamos por isso. Inclusive porque nós criamos o Foro de São Paulo, que lutava pra isso; depois criamos ainda o Grupo de Marbella, porque é o nome da cidade do hotel onde nós ficamos no Chile, que se reuniu, TODOS foram presi… Todos depois foram eleitos presidentes da República. Todos foram. TODOS. O Ciro Gomes, que participava, e o [mexicano] Cuauhtémoc Cárdenas ainda não foram. Mas o [Vicente] Fox foi [no México]. O [Ricardo] Lagos foi [no Chile]. Tabaré Vazquez foi [no Uruguai]. [Cita outro, inaudível.] O Lula foi. Então você vê que não é o Chávez, o Evo Morales…
ANTÔNIO ABUJAMRA [interrompendo]: Tabaré, Kirchner… Se essa turma se unir, o que é meio difícil, o que é que acontece com a América Latina?
JOSÉ DIRCEU: Não, a condição para a América Latina avançar é a união desses presidentes desses países. Por isso que a informação de que o Banco do Sul está avançando… e a consolidação do Mercosul, e a integração energética, o gasoduto, e mesmo a zona de livre-comércio entre os nossos países… Não há nada mais importante pra nós que a integração da América Latina. Hoje, o NAFTA, a União Europeia e o Pacto Asiático: 70% do comércio é intrabloco. Só 30[%] é exportado para fora do bloco. Aqui na América Latina ou do Sul, ainda é 20 ou 25%. Então nós temos muito para integrar.

XI.
***VÍDEO 7 – DISCURSOS DE LULA E DILMA SOBRE FORO E REVOLUÇÃO: https://youtu.be/9C9GSzRwBuo

LULA: “O que Cuba tem mais do que nós? O povo cubano tem mais dignidade que a maioria dos povos da América Latina. (…) E foi assim que nós conseguimos construir o Foro de São Paulo e pela primeira vez a gente conseguiu juntar todos os partidos de esquerda da América Latina. Não pensem que é fácil! Tem aqui companheiros que partcipam…”
DILMA: “Eu me sinto muito feliz de estar na tenda da revolução cubana, dos 50 anos da revolução cubana, que foi um acontecimento histórico na América Latina e teve uma influência profunda na minha geração. Então eu considero este momento especial…”

XII.
***VÍDEO 8 – DISCURSO DE LULA DE 2013 – LULA EXPLICA A ESTRATÉGIA DO FORO DE SÃO PAULO PARA CHEGAR AO PODER:https://www.youtube.com/watch?v=pzNIz64UHfo

“Em 1990, ou melhor, em 1980, a esquerda latino-americana não acreditava que fosse possível chegar ao poder pela via da disputa democrática e sobretudo pela via eleitoral. (…) E a história se encarregou de provar que a democracia exercida a partir da participação de massas pode ser a melhor fonte para que a esquerda chegue ao poder em qualquer país do mundo. Vamos ver a experiência do companheiro Chávez (…). É importante lembrar que uma grande parte da elite da Venezuela não admite a chegada de Chávez ao poder (…), como não aceitam o Lula no Brasil e a Dilma no Brasil… E nós chegamos e eu quero, companheiro da direção do Foro de São Paulo, debitar parte da chegada da esquerda ao poder da América Latina pela existência dessa cosita chamada Foro de São Paulo. Foi aqui e devemos muito aos companheiros cubanos, devemos muito aos companheiros cubanos, porque, ao contrário do que muita gente conservadora pensa, os companheiros cubanos sempre, sempre nos ensinaram que o exercício da tolerância entre nós, a convivência pacífica na adversidade entre nós, a convivência entre os vários setores de esquerda era a única possibilidade que permitia que nós tivéssemos avanço aqui nesse continente. E isso aconteceu e pode acontecer muito mais, porque agora nós temos a obrigação de não permitir que haja nenhum retrocesso nas conquistas que nós obtivemos até agora. Nenhum retrocesso!”
A propósito: os “companheiros cubanos”, segundo Lula, sempre ensinaram o “exercício da tolerância” e da “convivência pacífica” entre os vários setores DA ESQUERDA, é claro. Porque, na Cuba de Fidel e Raúl Castro, a “tolerância” e o “pacifismo” com os opositores políticos sempre foram exercidos com prisões e fuzilamentos mesmo.

XIII.
CINCO CRIMES DO FORO DE SÃO PAULO…
08 de agosto de 2013 às 10:16
Por Olavo de Carvalho:
1) Deu abrigo e proteção política a organizações terroristas e a quadrilhas de narcotraficantes e seqüestradores que nesse ínterim espalharam o vício, o sofrimento e a morte por todo o continente, fazendo mesmo do Brasil o país onde mais cresce o consumo de drogas na América Latina.
2) Ao associar entidades criminosas a partidos legais na busca de vantagens comuns, transformou estes últimos em parceiros do crime, institucionalizando a ilegalidade como rotina normal da vida política em dezenas de nações.
3) Burlou todas as constituições dos seus países-membros, convidando cada um de seus governantes a interferir despudoradamente na política interna das nações vizinhas, e provendo os meios para que o fizessem “sem que ninguém o percebesse”, como confessou o sr. Lula, e sem jamais ter de prestar satisfações por isso aos seus respectivos eleitorados.
4) Ocultou sua existência e a natureza das suas atividades durante dezesseis anos, enquanto fazia e desfazia governos e determinava desde cima o destino de nações e povos inteiros sem lhes dar a mínima satisfação ou explicação, rebaixando assim toda a política continental à condição de uma negociação secreta entre grupos interessados e transformando a democracia numa fachada enganosa.
5) Gastou dinheiro a rodo em viagens e hospedagens para muitos milhares de pessoas, durante vinte e três anos, sem jamais informar, seja ao povo brasileiro, seja aos povos das nações vizinhas, nem a fonte do financiamento nem os critérios da sua aplicação. Até hoje não se sabe quanto das despesas foi pago por organizações criminosas, quanto foi desviado dos vários governos, quanto veio de fortunas internacionais ou de outras fontes. Nunca se viu uma nota fiscal, uma ordem de serviço, uma prestação de contas, um simulacro sequer de contabilidade. A coisa tem a transparência de um muro de chumbo.

XIV.
EX-EMBAIXADOR AMERICANO SOBRE A NECESSIDADE DE ESPIONAR O BRASIL: “BASTA LER AS ATAS DO FORO”…
Segue abaixo o texto que traduzi na ocasião. A respeito dele, Olavo de Carvalho comentou: “Como é que uma entidade que nem mesmo existe, ou que é apenas um inocente clube de debates, pode criar uma crise diplomática de dimensões mastodônticas? TODOS os que ocultaram ou disfarçaram durante quase duas décadas a existência do Foro de São Paulo são culpados de que ISTO esteja acontecendo agora.”
POR QUE NÓS ESPIONAMOS O BRASIL
Tradução de Felipe Moura Brasil da coluna de Carlos Alberto Montaner, publicada no Miami Herald de 25 de setembro de 2013.
A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, cancelou sua visita ao presidente Obama. Ela se sentiu ofendida porque os Estados Unidos estavam espionando seu e-mail. Não se faz isso com um país amigo. A informação, provavelmente confiável, foi fornecida por, Edward Snowden, de seu refúgio em Moscou.
Intrigado, perguntei a um ex-embaixador dos EUA: “Por que eles fizeram isso?” Sua explicação foi duramente franca:
“Do ponto de vista de Washington, o governo brasileiro não é exatamente amigável. Por definição e historicamente, o Brasil é um país amigo que ficou do nosso lado durante a II Guerra Mundial e a da Coreia, mas seu governo atual não está…”
O embaixador e eu somos velhos amigos. “Posso revelar seu nome?”, perguntei. “Não”, respondeu ele. “Isso criaria um problema enorme para mim. Mas você pode transcrever nossa conversa.” É o que farei aqui.
“Tudo que você tem de fazer é ler as atas do Foro de São Paulo e observar a conduta do governo brasileiro”, disse ele. “Os amigos de Luiz Inácio Lula da Silva, de Dilma Rousseff e do Partido dos Trabalhadores são os inimigos dos Estados Unidos: a Venezuela chavista, primeiro com (Hugo) Chávez e agora com (Nicolás) Maduro; a Cuba de Raúl Castro; o Irã; a Bolívia de Evo Morales; a Líbia dos tempos de Kadafi; a Síria de Bashar Assad.
“Em quase todos os conflitos, o governo brasileiro concorda com as linhas políticas da Rússia e da China, em oposição à perspectiva do Departamento de Estado dos EUA e da Casa Branca. A família ideológica com que mais se parece é a dos BRICS, com os quais tenta conciliar sua política externa. [Os BRICS são: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.]
“A imensa nação sul-americana não tem nem manifesta a menor vontade de defender os princípios democráticos que são sistematicamente violados em Cuba. Pelo contrário, o ex-presidente Lula da Silva muitas vezes leva investidores à ilha para fortalecer a ditadura dos Castros. O dinheiro investido pelos brasileiros no desenvolvimento do superporto de Mariel, próximo a Havana, é estimado em US$ 1 bilhão.
A influência cubana no Brasil é velada, mas muito intensa. José Dirceu, ex-chefe de gabinete e ministro mais influente de Lula da Silva, havia sido um agente dos serviços de inteligência cubanos. No exílio em Cuba, ele tivera o rosto cirurgicamente alterado. Ele retornou ao Brasil com uma nova identidade (Carlos Henrique Gouveia de Mello, um comerciante judeu) e ficou nessa função até que a democracia foi restaurada. De mãos dadas com Lula, ele colocou o Brasil entre os principais colaboradores da ditadura cubana. Ele caiu em desgraça porque era corrupto, mas nunca recuou um centímetro de suas preferências ideológicas e de sua cumplicidade com Havana.
“Algo semelhante está acontecendo com o professor Marco Aurélio Garcia, atual assessor de política externa de Dilma Rousseff. Ele é um anti-ianque contumaz, pior até do que Dirceu, porque ele é mais inteligente e foi mais bem treinado. Ele fará tudo o que puder para despistar os Estados Unidos.
“Para o Itamaraty – um ministério de relações exteriores reconhecido pela qualidade dos seus diplomatas, geralmente poliglotas e bem educados –, a Carta Democrática assinada em Lima em 2001 é só um pedaço de papel sem importância alguma. O governo simplesmente ignora as fraudes eleitorais cometidas na Venezuela e na Nicarágua e é totalmente indiferente a qualquer abuso contra a liberdade de imprensa.
“Mas isso não é tudo. Há outras duas questões que fazem os Estados Unidos quererem ser informados em relação a tudo o que acontece no Brasil, pois, de uma forma ou de outra, elas afetam a segurança dos Estados Unidos: corrupção e drogas.
“O Brasil é um país notoriamente corrupto e essas péssimas práticas afetam as leis dos Estados Unidos de duas maneiras: quando os brasileiros utilizam o sistema financeiro americano e quando eles competem de forma desleal com empresas dos EUA, recorrendo a subornos ou comissões ilegais.
“A questão das drogas é diferente. A produção de coca boliviana quintuplicou desde que Evo Morales se tornou presidente, e o distribuidor dessa substância é o Brasil. Quase tudo acaba na Europa, e os nossos aliados estão querendo informações. Essas informações, às vezes, estão nas mãos de políticos brasileiros.”
Minhas duas perguntas finais são inevitáveis. Washington apoiará a candidatura do Brasil a membro permanente no Conselho de Segurança da ONU?
“Se você perguntar para mim, não”, diz ele. “Nós já temos dois adversários permanentes: Rússia e China. Não precisamos de um terceiro.”
Para finalizar, os Estados Unidos continuarão espionando o Brasil?
“Com certeza”, ele me diz. “É nossa responsabilidade para com a sociedade americana.”
Acho que Dona Dilma deveria trocar seu e-mail com frequência.

XV.
***ÁUDIO – GRAÇA SALGUEIRO EXPLICA A HISTÓRIA DO FORO:https://www.youtube.com/watch?v=hp-KTNLcVvo

Em excelente entrevista para Bruno Garschagen sobre a ditadura chavista assassina de Nicolás Maduro na Venezuela, no 112º Podcast Mises Brasil, a autora do incontornável blog, NotaLatina, Graça Salgueiro, faz um resumo do Foro de São Paulo, a partir dos 30 minutos, que transcrevo abaixo.
GRAÇA: Em 1990, quando a Rússia já tinha rompido os acordos com Cuba, tinha acabado com a proteção que oferecia a Cuba, o Fidel Castro viu que as coisas não estavam caminhando no rumo socialista como ele imaginava, a revolução dele poderia despencar, e também com o “fim” do comunismo na União Soviética, a dissolução da URSS com a queda do Muro de Berlim, tudo isso deixou o comunismo de uma certa forma meio sem chão. Então, ele já conhecia o Lula, convidou o Lula para formar um grupo, para ter um encontro e, em 2 de julho de 1990, eles tiveram um encontro aqui em São Paulo, e por conta disso, por ter sido o primeiro encontro em São Paulo, eles então passaram a denominá-lo no ano seguinte de Foro de São Paulo. Nesse evento, eles convocaram todos os países da América do Sul e Central que fossem de esquerda e também organizações ligadas à esquerda. Além dessas organizações ligadas à esquerda, também tinha grupos terroristas como as Farc, o ELN [Exército de Libertação Nacional, da Colômbia], o Sendero Luminoso [de inspiração maoísta, do Peru], enfim (…). E o objetivo dele, do Fidel Castro quando resolveu criar essa organização, foi muito claro: ele disse que pretendia recriar na América Latina o que se perdeu no Leste Europeu. Então foi assim que foi criado o Foro de São Paulo e, à medida que os anos foram passando, essas reuniões passaram a ser anuais, tendo três encontros do grupo de trabalho do Foro de São Paulo que é quem elabora realmente a pauta do que vai ser discutido no próximo encontro e o encontro anual se dá uma vez em cada país-membro, que é escolhido na reunião que está acontecendo… e durante todo o ano eles vão pondo em prática aquelas atividades, aquelas coisas que foram determinadas lá na pauta desse encontro. Saem as resoluções: tem uma resolução geral e tem as resoluções específicas de cada país. Por exemplo: quando vai haver eleição nos países, então ali está a pauta dizendo: vai ter eleição no Brasil, vai ter eleição no Chile, vai ter eleição não sei aonde, e a gente precisa apoiar o candidato X. Então aquele candidato citado ali é o candidato do Foro de São Paulo. E foi assim que eles conseguiram colocar no 15 presidentes-membros da organização, do Foro de São Paulo.
BRUNO: E esse apoio se dava como, Graça?
GRAÇA: Esse apoio se dava de todas as formas que você imagina. Por exemplo, eles defendem muito a não ingerência nos países dos outros, a autodeterminação dos povos, não sei o quê, eles usam muito essas expressões, mas eles não cumprem nenhuma delas. Eu não sei se você viu, mas se alguém quiser fazer a pesquisa, vai encontrar pelo Youtube vídeo do Lula apoiando e pedindo votos para Hugo Chávez [ver item I] e agora mais recentemente para o Nicolás Maduro [ver item XVII]; o Chávez fazendo vídeo para pedir vota para Dilma. Fora isso eles mandam grupos de estudos, como eles chamam, para visitar universidades, para visitar organizações, fazem palestras, dão dinheiro, rola dinheiro pelo meio também. Tem apoio financeiro e tem apoio logístico também. Então eles se apoiam muito. Agora nem sempre eles ganham, por exemplo agora em El Salvador eles perderam: vai haver um segundo turno ainda, mas eles perderam [o 1º]. [Na verdade, eles acabaram ganhando o segundo…] Eles perderam no Paraguai, mas ganharam no Chile: a Michele Bachelet voltou. Então é sempre assim. E nessa história eles conseguiram colocar nos governos, no comando das nações 15 presidentes, já houve alternâncias, alguém já perdeu, já voltou… E foi por conta disso que o Lula não permitia de forma alguma que no Brasil se falasse sobre o Foro de São Paulo até que a coisa estivesse mais estabilizada, mais solidificada, que houvesse bastantes países com presidente do Foro para poder a coisa ficar firme. Ele mesmo disse que se a gente estivesse… Tem um pronunciamento que ele fez [ver item V], acho que foi no aniversário de 15 anos do Foro de São Paulo [sim, foi], ele fez um comentário que disse assim: se nós tivéssemos (mais ou menos isso, né, não são essas palavras mesmo, né), se nós não tivéssemos escondido das pessoas o que estávamos fazendo, o Foro de São Paulo hoje não teria um índio presidente, um metalúrgico presidente, não teria não sei o quê, enfim, ele confirma que foi preciso esconder da mídia, esconder do povo o que eles tramavam ali para poder a coisa dar certo.
BRUNO: Exato. E só para registrar aqui, para fazer justiça, o professor Olavo de Carvalho foi quem durante anos falou sozinho no deserto sobre o Foro de São Paulo.
GRAÇA: Exatamente. E eu comecei a estudar sobre o Foro de São Paulo através do Olavo. Foi o primeiro contato que eu tive com o professor Olavo, em 1999, numa conversa por telefone, ele me falou do Foro de São Paulo. E aquilo me impressionou muito e me dediquei de corpo e alma a estudar o Foro de São Paulo desde então, né. É dedicação exclusiva. E isso daí eu agradeço ao Olavo realmente, porque até então ninguém falava. Claro, ele não foi o precursor o doutor Graça Wagner quem falou para ele, mas ele era a voz da mídia, na época ele escrevia para jornais: O Globo, a Folha, o Jornal da Tarde, a Zero Hora, então ele era uma voz que estava na mídia e, por conta disso, ele perdeu todos esses empregos, porque ele falava o que não podia falar.

XVI.
***VÍDEO 9 – VICE-ALMIRANTE VENEZUELANO MARIO IVÁN CARRATÚ DENUNCIA O FORO DE SÃO PAULO NA NTN24:https://www.youtube.com/watch?v=UzS-ZnXgQm8

De fora da Venezuela de Maduro em função das ameaças de morte, Carratú dá o alerta à América Latina sobre o poder do Foro, a partir dos 2min56seg.
“Primeiro, minhas saudações fraternas desde o exterior. Temos de seguir lutando. E aos países irmãos e cidadãos do continente: que tenham MUITA atenção com a penetração de grupos radicais de esquerda sob a ótica do Foro de São Paulo, que está tentando tomar o poder na maioria dos nossos países, faltando apenas Colômbia, Peru e República do Chile. Os demais têm, de uma ou outra maneira, este tipo de contato, este tipo de ações… O que devo, sim, ressaltar e devo reafirmar é que a Venezuela, desde 1992, está entregue às mãos de Fidel Castro…”

XVII.
***VÍDEO 10 – MENSAGEM DE LULA EM APOIO A MADURO:https://www.youtube.com/watch?v=u2MZpZfG4GE

Sim: Lula, como não poderia deixar de ser, também fez campanha para Maduro, o atual comandante da ditadura assassina da Venezuela, que no momento da publicação deste post já contava 36 mortos durante a onda de protestos no país. Como escrevi aqui: Ditadura no (…) dos outros é democracia.

XVIII.
***VÍDEO 11 – REINALDO AZEVEDO RELACIONA MENSALÃO E FORO DE SÃO PAULO: https://www.youtube.com/watch?v=_yMZFZh7LS0

REINALDO AZEVEDO: O que eles queriam era criar um Congresso paralelo. Então você tem, segundo a divisão do coleguinha Montesquieu, você tem a divisão dos três poderes. O que eles queriam era anular um poder. Era o Executivo se organizando, entendo eu, numa quadrilha, para comprar uma fatia do Congresso e ter um Congresso do B, um outro Congresso, de maneira que você torna a democracia, o processo democrático, irrelevante. Isto faz parte de um projeto, atenção, é grande, das esquerdas latino-americanas, que estão organizadas no Foro de São Paulo. Isto não é paranoia. Durante muito tempo, quem falava do Foro de São Paulo eram Olavo de Carvalho, Reinaldo Azevedo e mais dois ou três malucos. Não. Ele existe! O Foro de São Paulo existe! Em cada país, ele tem um projeto. Nos países onde eles chegaram ao poder e as instituições estavam no chão, eles partiram diretamente pro solapamento da democracia. Então é o caso em curso na Venezuela…
RICARDO SETTI: E criaram instituições fajutas…
REINALDO AZEVEDO [concordando]: Instituições fajutas.
AUGUSTO NUNES: E você também vai aparelhando o Judiciário.
REINALDO AZEVEDO: E vai aparelhando o Judiciário. Lá também. Então é assim que foi na Venezuela, assim está em curso no Equador, está em curso na Bolívia, e agora na Argentina, porque todos esses presidentes chegaram ao poder com as instituições ao rés do chão. No Brasil, o sr. Luiz Inácio Lula da Silva chegou ao poder com um país, a despeito de suas mazelas, de seus problemas, com um país razoavelmente organizado institucionalmente. E, portanto, você não pode ir solapando assim o processo democrático… O próprio Supremo está dizendo agora pra essa gente: “Atenção que ainda não dá pra fazer o que vocês querem.” Então aí você parte pra outro [caminho]… Atenção: o mensalão é o bolivarianismo exercido por outros meios. Se o bolivarianismo, nesses países da América Latina, você exerce com milícias armadas nas ruas, com massas, com confronto, com perseguição, com fechamento de jornais, cassação de licença de TV, sabe? No Brasil, não dá pra fazer isso. No Brasil, eles foram por outro meio. No Brasil, eles foram comprar o Congresso. Comprar o Congresso com dinheiro público. Calcule a ousadia. Quer dizer… Acusam muitas vezes os críticos do PT, eu mesmo já fui acusado disso umas quinhentas vezes: “Você acha que o PT inventou a corrupção!” Não, eu não acho que o PT inventou a corrupção. A corrupção é antiquíssima. A corrupção surge junto com o processo político. Eu não estou dizendo que o PT inventou a corrupção. O que eu sempre disse, sustento, é que o PT tentou alçar a corrupção a categoria de pensamento. Tentou transformar a corrupção em categoria de pensamento. ISTO é novo no processo político brasileiro. Novo: surgido com eles. Isso é muito grave. Foi isso que eles tentaram fazer. Corrupção aqui, acolá, sempre houve, e tem de ser exemplarmente punida. Agora, [aquilo para] o que o Brasil está dizendo “não”, [aquilo para] o que o STF está dizendo “não”…
RICARDO SETTI: É ao projeto de poder.
REINALDO AZEVEDO: O projeto de poder conquistado desta maneira não pode. A Carmen Lúcia fez um bom pronunciamento hoje lembrando que a política é a única forma civilizada que a gente tem de governar. Agora tem de ser com ética, porque, se não for com ética, aí então é com guerra, é com bagunça, é com confronto.
AUGUSTO NUNES: Perfeito.

XIX.
ATAS DO FORO DE SÃO PAULO…
Disponíveis no site: “Mídia Sem Máscara” – AQUI:http://www.midiasemmascara.org/…/atas-do-foro-de-sao-paulo.…

SITE DO FORO DE SÃO PAULO – AQUI: http://forodesaopaulo.org/

MEMBROS OFICIAIS DO FORO DE SÃO PAULO – AQUI:http://forodesaopaulo.org/partidos/

FORO DE SÃO PAULO NO SITE DO PT – AQUI: http://www.pt.org.br/…/foro_realizara_o_seu_xix_encontro_em…

***ARTIGOS DE SILVIO GRIMALDO:
– Foro de São Paulo, 23 anos depois, na Gazeta do Povo [25/08/2013]—> AQUI: http://www.gazetadopovo.com.br/…/foro-de-sao-paulo-23-anos-…

– Os médicos do Foro de São Paulo, no Mídia Sem Máscara [12/09/2013]—> AQUI: http://www.midiasemmascara.org/…/14505-os-medicos-do-foro-d…

MAIS SOBRE ESSES E MUITOS OUTROS ASSUNTOS…
…no nosso best seller: O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota… AQUI: http://www.buscape.com.br/o-minimo-que-voce-precisa-saber-p…|bpcomsso=|sessionStatusCode=1

***********************************************************************************
Pois bem… Está de bom tamanho por hoje?
Acrescentarei mais informações a qualquer momento.

***Agora, em vez de sair copiando e colando por aí tudo que eu transcrevi, organizei e expliquei aqui, compartilhe o link desta página [http://veja.abril.com.br/…/conheca-o-foro-de-sao-paulo-o-ma…] e dê o crédito ao autor, ok?
Vamos juntos educar os amigos sobre o maior inimigo do Brasil.
Obrigado…!!!

Felipe Moura Brasil – http://www.veja.com/felipemourabrasil
Siga no Facebook e no Twitter.

Fonte: Publicação no Facebook por Wan Lennon

Ciência Confirma que a Cúrcuma é tão Eficaz Quanto 14 Medicamentos Diferentes

curcuma1A cúrcuma é atualmente, uma das plantas mais exaustivamente pesquisadas. Suas propriedades medicinais e componentes (principalmente a curcumina) têm sido objeto de mais de 5600 estudos biomédicos revisados por pares publicados.  Na verdade, o nosso projeto de pesquisa de longos cinco anos sobre esta planta sagrada revelou mais de 600 potenciais aplicações preventivas e terapêuticas, bem como 175 efeitos fisiológicos benéficos distintos.

Dado a grande densidade de pesquisa realizada sobre esta notável especiaria, não é de admirar que um número crescente de estudos concluíram que ela se compara favoravelmente à uma variedade de medicamentos convencionais, incluindo:

* Lipitor/atorvastatina (medicação para o colesterol): Um estudo de 2008 publicado na revista Drugs in R & D descobriu que uma preparação padronizada de curcuminoides da cúrcuma foi favoravelmente comparada com a droga atorvastatina (nome comercial Lipitor) sobre a disfunção endotelial, a patologia subjacente dos vasos sanguíneos que impulsiona a aterosclerose, em associação com a redução da inflamação e estresse oxidativo em pacientes diabéticos tipo 2. [i]

* Corticosteroides (medicamentos esteroides): Um estudo de 1999 publicado na revista Phytotherapy Research descobriu que o polifenol primário presenta na cúrcuma, o pigmento colorido do açafrão conhecido como curcumina, foi favoravelmente comparado aos esteroides no tratamento de uveíte anterior crônica, uma doença inflamatória ocular. [ii]   Um estudo de 2008 publicado no Critical Care Medicine descobriu que a curcumina foi favoravelmente comparada com a droga corticosteroide dexametasona  no modelo animal como uma terapia alternativa para proteger o transplante pulmonar associado ao dano devido à baixa regulação de genes inflamatórios. [iii] Um estudo anterior de 2003 publicado no Cancer Letters encontrou o mesmo medicamento também comparado favoravelmente à dexametasona em um modelo de lesão de isquemia-reperfusão pulmonar. [iv]

* Prozac / Fluoxetina e Imipramina (antidepressivos): Um estudo de 2011 publicado na revista Acta Poloniae Pharmaceutica descobriu que a curcumina foi favoravelmente comparada a ambas as drogas na redução do comportamento depressivo em um modelo animal. [V] [para obter a curcumina e depressão pesquisa – 5 resumos]

* Aspirina (anticoagulante): Um estudo in vitro e ex vivo de 1986 publicado na revista Arzneimittelforschung descobriu que a curcumina tem atividade anti-plaquetas e efeitos na modulação da prostaciclina em comparação com a aspirina, indicando que pode ter valor em pacientes com tendência à trombose vascular e que precisam de terapia anti-artrite. [vi]

* Medicamentos anti-inflamatórios: Um estudo de 2004, publicado na revista Oncogene descobriu que a curcumina (bem como o resveratrol) foram alternativas eficazes às drogas aspirina, ibuprofeno, sulindac, fenilbutazona, naproxeno, indometacina, diclofenaco, dexametasona, celecoxib, e tamoxifeno em exercer atividade anti-inflamatória e antiproliferativa contra as células tumorais. [VII]

* Oxaliplatina (medicamento de quimioterapia): Um estudo de 2007 publicado no International Journal of Cancer descobriu que a curcumina se compara favoravelmente com a oxaliplatina como um agente antiproliferativo em linhas de células colorretais. [viii]

* Metformina (medicamento para diabetes): Um estudo de 2009 publicado na revista Biochemitry and Biophysical Research Community explorou como a curcumina pode ser valiosa no tratamento de diabetes, encontrando que ela ativa a proteína quinase ativada por adenosina (AMPK) (a qual aumenta a absorção de glicose) e suprime a expressão do gene gluconeogênico (o qual suprime a produção de glicose no fígado) em células de hepatoma. Interessantemente, eles encontraram que curcumina como sendo 500 a 100.000 vezes (na forma conhecida como tetra-hidrocurcuminoides (THC)) mais potente do que a metformina na ativação da AMPK e sua jusante ataca a acetil-CoA carboxilase (ACC). [ix]

Outra forma na qual a cúrcuma e seus componentes revelam suas notáveis propriedades terapêuticas  ​​está na pesquisa sobre a resistência a medicamentos – e múltiplas drogas resistentes ao câncer.

Nós descobrimos que não menos do que 54 estudos indicam que a curcumina pode induzir a morte celular ou sensibilizar linhagens de células cancerosas resistentes às drogas no tratamento convencional. [x]

Nós identificados 27 estudos sobre a capacidade da curcumina, seja por induzir a morte celular ou para sensibilizar as linhagens de células tumorais resistentes a múltiplas drogas no tratamento convencional. [xi]

Considere o forte antecedente que a cúrcuma (curcumina) possui, tendo sido usada tanto como alimentos e medicamentos em uma ampla gama de culturas, há milhares de anos, um forte argumento pode ser feito para usar a curcumina como uma alternativa às drogas ou adjuvante no tratamento do câncer.

Ou, melhor ainda, use a cúrcuma orgânico certificado (não irradiada) em pequenas doses culinárias diariamente para que doses heroicas não sejam necessárias mais tarde na vida, depois que graves doenças se instalarem. Nutrir-se, em vez de se auto-medicar com “nutracêuticos”, deve ser o objetivo de uma dieta saudável.

 

Referências:

* [i] P Usharani, A A Mateen, M U R Naidu, Y S N Raju, Naval Chandra. Effect of NCB-02, atorvastatin and placebo on endothelial function, oxidative stress and inflammatory markers in patients with type 2 diabetes mellitus: a randomized, parallel-group, placebo-controlled, 8-week study. Drugs R D. 2008;9(4):243-50. PMID: 18588355

* [ii] B Lal, A K Kapoor, O P Asthana, P K Agrawal, R Prasad, P Kumar, R C Srimal. Efficacy of curcumin in the management of chronic anterior uveitis. Phytother Res. 1999 Jun;13(4):318-22. PMID: 10404539

* [iii] Jiayuan Sun, Weigang Guo, Yong Ben, Jinjun Jiang, Changjun Tan, Zude Xu, Xiangdong Wang, Chunxue Bai. Preventive effects of curcumin and dexamethasone on lung transplantation-associated lung injury in rats. Crit Care Med. 2008 Apr;36(4):1205-13. PMID: 18379247

* [iv] J Sun, D Yang, S Li, Z Xu, X Wang, C Bai. Effects of curcumin or dexamethasone on lung ischaemia-reperfusion injury in rats. Cancer Lett. 2003 Mar 31;192(2):145-9. PMID: 18799504

* [v] Jayesh Sanmukhani, Ashish Anovadiya, Chandrabhanu B Tripathi. Evaluation of antidepressant like activity of curcumin and its combination with fluoxetine and imipramine: an acute and chronic study. Acta Pol Pharm. 2011 Sep-Oct;68(5):769-75. PMID: 21928724

* [vi] R Srivastava, V Puri, R C Srimal, B N Dhawan. Effect of curcumin on platelet aggregation and vascular prostacyclin synthesis. Arzneimittelforschung. 1986 Apr;36(4):715-7. PMID: 3521617

* [vii] Yasunari Takada, Anjana Bhardwaj, Pravin Potdar, Bharat B Aggarwal. Nonsteroidal anti-inflammatory agents differ in their ability to suppress NF-kappaB activation, inhibition of expression of cyclooxygenase-2 and cyclin D1, and abrogation of tumor cell proliferation. Oncogene. 2004 Dec 9;23(57):9247-58. PMID: 15489888

* [viii] Lynne M Howells, Anita Mitra, Margaret M Manson. Comparison of oxaliplatin- and curcumin-mediated antiproliferative effects in colorectal cell lines. Int J Cancer. 2007 Jul 1;121(1):175-83. PMID: 17330230

* [ix] Teayoun Kim, Jessica Davis, Albert J Zhang, Xiaoming He, Suresh T Mathews. Curcumin activates AMPK and suppresses gluconeogenic gene expression in hepatoma cells. Biochem Biophys Res Commun. 2009 Oct 16;388(2):377-82. Epub 2009 Aug 8. PMID: 19665995

* [x] GreenMedInfo.com, Curcumin Kills Drug Resistant Cancers, 54 Abstracts

* [xi] GreenMedInfo.com, Curcumin Kills Multi-Drug Resistant Cancers: 27 Abstracts.

Fonte: Notícias Naturais

Aprenda Como Fazer Água Alcalina

slide-agua-011Fungos e aftas só proliferam ou se instalam em organismos ácidos. Em organismos alcalinizados tal fenômeno não tem como acontecer ou se perpetuar.
O Dr. Tullio Simoncini, médico italiano especialista em oncologia, diabetes e desordens metabólicas, constatou algo simples que considera a causa do câncer. Ele observou que todo paciente oncológico apresenta quadro repetitivo de aftas, sintoma já identificado pela comunidade médica, mas sempre tratado como uma infecção oportunista por fungos: a famosa cândida albicans ou candidíase.
A constatação é que todos os tipos de câncer apresentam essa característica, ou seja, vários são os tipos de tumores, mas em comum a manifestação das aftas no paciente, que se sabe é um sintoma de acidez metabólica.
A faixa normal de pH da saliva de uma pessoa que se alimenta saudavelmente (80 a 100% crua e viva) é levemente alcalina 7.36 a 7.42 (lembrar que o pH neutro é 7.0). Pessoas que exageram no açúcar, refrigerante, frituras, refinados, carnes e refeições 100% cozidas apresentam pH ácido de 6.5 a 6.8, enquanto uma pessoa com câncer apresenta pH mais ácido ainda: 4.5 a 5.7.
Então, a verdadeira causa das doenças, no caso as infecções, candidíases e aftas, assim como o câncer, acontecem porque a alimentação moderna, industrializada, aditivada e refinada é altamente acidificante.
———————————————————————
PROBLEMAS CAUSADOS PELA ACIDEZ DO CORPO
* Alergias
* Gota
* Ácido úrico
* Doença de Alzheimer
* Esclerose lateral amiotrófica (doença de Lou Gehrig)
* Arteriosclerose
* Artrite
* Fraturas ósseas
* Bronquite
* Câncer
* Candidíase (Candida albicans)
* Doença cardiovascular
* Síndrome da fadiga crônica
* Infecções crônicas
* Demência
* Depressão
* Diabetes
* Fibromialgia
* Pressão alta
* Colesterol alto
* Desequilíbrios hormonais
* Deficiências imunológicas
* Insensibilidade à insulina
* Doença renal
* Esclerose múltipla
* Distrofia muscular
* Obesidade
* Osteoartrite
* Osteoporose
* Doença de Parkinson
* Envelhecimento precoce
* Problemas de próstata
* Senilidade
* Sinusite
* Cáries e perda de dentes

DEZ BENEFÍCIOS DA ÁGUA ALCALINA
1 – Moderador das oxidações orgânicas, portanto atua no rejuvenescimento.

2 – Favorece o anabolismo, atuando nas debilidades em geral e convalescença das infecções agudas.

3 – Atua no mecanismo de ação da insulina, facilitando sua entrada na célula, o que favorece o organismo do diabético.

4 – Auxilia o metabolismo dos carboidratos e lipídios (gorduras), o que proporciona a diminuição do colesterol e das triglicérides, atuando positivamente então na aterosclerose e como coadjuvante no emagrecimento.

5 – Utiliza a mesma via de transportes e absorção que o ferro, portanto com este compete, assim atua nas anemias globulares.

6 – Favorece patologias do sistema respiratório superior e inferior (rinofaringite, laringite estrindurosa, asma, bronquite, adenopatia cervical e traqueobrônquica.)

7 – Combate radical livre, portanto, evita a modificação celular e sua repercussão nos órgãos dos sistemas, com isso são consideradas profilático do câncer.

8 – Atua diminuindo o cansaço físico e mental, causando uma sensação leve e de bem estar, sendo assim excelente antiestressante.

9 – Possui efeito dermatológico cicatrizante.

10 – Esteticamente proporciona brilho para os cabelos.

COMO FAZER A ÁGUA ALCALINA
[ATENÇÃO!]
Somente a água alcalina não faz milagres – é preciso ter uma vida alcalina através de alimentação crua, exercícios, harmonia com a natureza e pensamentos positivos.
O ideal é comprar os testes de PH (fitas ou líquidos) pra verificar se a água está sendo devidamente alcalinizada. Existem vários métodos de alcalinizar a água e eu destaco os mais práticos. Eu prefiro o leite de magnésia. Existem outros métodos e equipamentos que variam do gosto e do bolso de cada um:
Essas águas podem ser usadas em sucos, receitas diversas (cruas) e no lugar da água comum.

LIMÃO
Encha um jarro com 2 litros de água limpa e filtrada.
Corte o limão (qualquer tipo) em oito partes e coloque na água sem espremer.
Cubra a água e deixe-a descansar entre 8 a 12 horas à temperatura ambiente.
Leia também: 15 Razões para Você Beber Água com Limão Todas as Manhãs

LEITE DE MAGNÉSIO
Misture 1 colher de chá em 1,5l de água filtrada. Use no lugar da água comum.

BICARBONATO DE SÓDIO
Misture 1 colher de chá de bicarbonato de sódio em 1 litro de água filtrada
Leia também: Bicarbonato de Sódio – Utilidades que Você nem Imagina

SAL ROSA DO HIMALAIA
Misture 1 colher de café de sal rosa do himalaia em 1 litro de água filtrada.

Existem outros métodos como filtros alcalinos, bastões, imãs, equipamentos sofisticados, etc. Pesquise qual o melhor pra você e complemente a sua saúde com práticas alcalinas.

Fonte: Notícias Naturais 

Com inversor fotovoltaico consumidor deixa de pagar energia elétrica

Trata-se de um sistema com dois principais benefícios, o econômico ao consumidor, que tem a sua conta zerada e o ambiental, pois contribui para a geração de energia elétrica totalmente limpa, já que é gerada a partir do sol, a fonte inesgotável e abundante de energia no Brasi

Eletrotécnico Alírio Macedo consegue zerar o seu custo de energia elétrica em sua casa

Na tarde desta sexta-feira, 18 de dezembro, a Energisa ligou o padrão do primeiro consumidor de Chapadão do Sul com On-Gride, inversor fotovoltaico.

O eletrotécnico Alírio Macedo, de Chapadão do Sul preparou e conduziu o seu próprio projeto e nesta tarde recebeu a equipe da Energisa, vinda de Paranaíba (MS), que executa a ligação.

Trata-se o sistema de geração própria de energia elétrica, que insere na rede pública a energia gerada durante o dia e excedente, através de placas fotovoltaica. Um aparelho do sistema On-Gride faz a inversão e insere na rede a energia gerada e não consumida durante o dia.

Equipe da Energisa liga o padrão reversor na primeira residência urbana de Chapadão do Sul

O excedente gera um bônus, que o consumidor tem até três anos para consumir. No caso da casa de Alírio, o seu consumo médio mensal é de 104 Kwh e o seu On-Gride vai gerar 150 Kwh/mês. Com esse excedente de 50Mwh/mês, Alírio disse que pretende melhorar a sua qualidade de vida e ainda gerar bônus para alguma eventualidade. Assim, aquele consumidor terá a sua conta de energia zerada.

Passado o período de três anos do Bônus, ele é zerado e novo acúmulo é iniciado. E ainda, pode o gerador de energia usar o bônus, do mesmo pondo gerador, para outros imóveis que estejam cadastrados na concessionária de energia local ou até de outros estados, em seu CPF.

Novo medidor de energia que alimenta a rede com energia gerada a partir do sol

A vida útil do sistema é de 25 a 30 anos e de 07 a 08 anos, em média, ele cobre os custos do projeto e implantação, disse o Eletrotécnico Alírio Macedo.

O eletrotécnico Alírio disse que o seu aparelho conversor é de última geração. Nele existe uma saída USB para computador, que quando conectado, passa todas as informações sobre a geração e consumo da energia. Ele ainda é capaz de passar os dados através do Wi-Fi próprio.

Para a cidade de Chapadão do Sul o sistema é novidade, mas no campo, várias fazendas já implantaram o sistema e gozam do bônus gerado.

Lembrou Alírio que há linhas de créditos bancários para a elaboração, condução e instalação do On-Gride.

Fonte: Jovemsulnews (Norbertino Angeli)

A Indústria da Doença

 

med.jpgAos 30 anos, você tem uma depressãozinha, uma tristeza meio persistente: prescreve-se FLUOXETINA. A Fluoxetina dificulta seu sono. Então, prescreve-se CLONAZEPAM, o Rivotril da vida. O Clonazepam o deixa meio bobo ao acordar e reduz sua memória. Volta ao doutor.

Ele nota que você aumentou de peso. Aí, prescreve SIBUTRAMINA. A Sibutramina o faz perder uns quilinhos, mas lhe dá uma taquicardia incômoda. Novo retorno ao doutor. Além da taquicardia, ele nota que você, além da “batedeira” no coração, também está com a pressão alta. Então, prescreve-lhe LOSARTANA e ATENOLOL, este último para reduzir sua taquicardia.

Você já está com 35 anos e toma: Fluoxetina, Clonazepam, Sibutramina, Losartana e Atenolol. E, aparentemente adequado, um “polivitamínicos” é prescrito. Como o doutor não entende nada de vitaminas e minerais, manda que você compre um “Polivitamínico de A a Z” da vida, que pra muito pouca coisa serve. Mas, na mídia, Luciano Huck disse que esse é ótimo. Você acreditou, e comprou. Lamento!

Já se vão R$ 350,00 por mês. Pode pesar no orçamento. O dinheiro a ser gasto em investimentos e lazer, escorre para o ralo da indústria farmacêutica. Você começa a ficar nervoso, preocupado e ansioso (apesar da Fluoxetina e do Clonazepam), pois as contas não batem no fim do mês. Começa a sentir dor de estômago e azia. Seu intestino fica “preso”.

Vai a outro doutor. Prescrição: OMEPRAZOL + DOMPERIDONA + LAXANTE “NATURAL”. Os sintomas somem, mas só os sintomas, apesar da “escangalhação” que virou sua flora intestinal. Outras queixas aparecem. Dentre elas, uma é particularmente perturbadora: aos 37 anos, apenas, você não tem mais potência sexual. Além de estar “brochando” com frequência, tem pouquíssimo esperma e a libido está embaixo dos pés.

Para o doutor da medicina da doença, isso não é problema. Até manda você escolher o remédio: SILDANAFIL, TADALAFIL, LODENAFIL ou VARDENAFIL, escolha por pim-pam-pum. Sua potência melhora, mas, como consequência, esses remédios dão uma tremenda dor de cabeça, palpitação, vermelhidão e coriza. Não há problema, o doutor aumenta a dose do ATENOLOL e passa uma NEOSALDINA para você tomar antes do sexo. Se precisar, instila um “remedinho” para seu corrimento nasal, que sobrecarrega seu coração.

Quando tudo parecia solucionado, aos 40 anos, você percebe que seus dentes estão apodrecendo e caindo. (entre nós, é o antidepressivo). Tome grana pra gastar com o dentista. Nessa mesma época, outra constatação: sua memória está falhando bem mais que o habitual. Mais uma vez, para seu doutor, isso não é problema: GINKGO BILOBA é prescrito

Nos exames de rotina, sua glicose está em 110 e seu colesterol em 220. Nas costas da folha de receituário, o doutor prescreve METFORMINA + SINVASTATINA. “É para evitar Diabetes e Infarto”, diz o cuidador de sua saúde(?!). Aos 40 e poucos anos, você já toma: FLUOXETINA, CLONAZEPAM, LOSARTANA, ATENOLOL, POLIVITAMÍNICO de A a Z, OMEPRAZOL, DOMPERIDONA, LAXANTE “NATURAL”, SILDENAFIL, VARDENAFIL, LODENAFIL ou TADALAFIL, NEOSALDINA (ou “Neusa”, como chamam), GINKGO BILOBA, METFORMINA e SINVASTATINA (convenhamos, isso está muito longe de ser saudável!). Mil reais por mês! E sem saúde!!!

Entretanto, você ainda continua deprimido, cansado e engordando. O doutor, de novo. Troca a Fluoxetina por DULOXETINA, um antidepressivo “mais moderno”. Após dois meses você se sente melhor (ou um pouco “menos ruim”). Porém, outro contratempo surge: o novo antidepressivo o faz urinar demoradamente e com jato fraco. Passa a ser necessário levantar duas vezes à noite para mijar. Lá se foi seu sono, seu descanso extremamente necessário para sua saúde. Mas isso é fácil para seu doutor: ele prescreveTANSULOSINA, para ajudar na micção, o ato de urinar. Você melhora, realmente, contudo… não ejacula mais. Não sai nada!

Vou parar por aqui. É deprimente. Isso não é medicina. Isso não é saúde.

Essa história termina com uma situação cada vez mais comum: a DERROCADA EM BLOCO da sua saúde. Você está obeso, sem disposição, com sofrível ereção e memória e concentração deficientes. Diabético, hipertenso e com suspeita de câncer. Dentes: nem vou falar. O peso elevado arrebentou seu joelho (um doutor cogitou até colocar uma prótese). Surge na sua cabeça a ideia maluca de procurar um CIRURGIÃO BARIÁTRICO, para “reduzir seu estômago” e um PSICOTERAPEUTA para cuidar de seu juízo destrambelhado é aconselhado.

Sem grana, triste, ansioso, deprimido, pensando em dar fim à sua minguada vida e… DOENTE, muito doente! Apesar dos “remédios” (ou por causa deles!!).

A indústria farmacêutica? “Vai bem, obrigado!”, mais ainda com sua valiosa contribuição por anos ou décadas. E o seu doutor? “Bem, obrigado!”, graças à sua doença (ou à doença plantada passo-a-passo em sua vida).

Fonte: http://www.noticiasnaturais.com/2014/02/como-funciona-a-medicina-da-doenca/#ixzz3vFx0CD9h

Forças Armadas do Brasil: Dilma Roussef e a natureza bolivariana do Decreto 8515

c47234e8e6fb67bee6bf089a2bf6c65c74db1b69O Decreto n° 8515 apresenta mais um tentáculo bolivariano do Foro de São Paulo, que é o pacto latino entre partidos e milícias ideologicamente alinhadas com o “socialismo”… Qual terá sido a intenção do Governo em publicar este ato subtraindo poderes intrínsecos aos Comandantes Militares, extremamente necessários à gestão de seu pessoal, em respeito à hierarquia e à disciplina? Vindo daqueles que idolatram a “democracia” de Fidel Castro, claro que coisa boa não é… Ainda mais às vésperas de um feriado cívico, sem comunicação prévia nenhuma, pegando a todos de surpresa e na iminência de um processo de impeachment.

Após o constrangimento, anunciaram que Jaques Wagner devolverá as competências aos militares, no entanto o que o decreto expressamente deixa claro é que apenas poderá ser subdelegado atos normativos específicos e outros de natureza complementar, deixando a tropa à mercê da absoluta influência do braço político-partidário do ocupante daquela pasta. Ou seja, para corrigir a lambança, só revogando ou editando outro com a incauta chancela presidencial. Será?

O ocorrido joga luz para certas obscuridades e lacunas jurídicas até então pouco questionadas. Por exemplo, qual teria sido a preocupação do constituinte originário quando determinou no § 1º do Art. 142 que seria a Lei Complementar – nesse caso, a LC 97/99 precisaria ser emendada –, a estabelecer normas gerais a serem adotadas na organização, no preparo e no emprego das Forças Armadas frente à possibilidade de um ato normativo unilateral usurpar a possibilidade dessa apreciação pelo Congresso Nacional? É razoável supor que a competência direta dos comandantes sobre o pessoal militar esteja dentro do escopo dessas “normas gerais”, sob pena de estarem ameaçados os pilares básicos de hierarquia e disciplina na medida de sua submissão a uma autoridade política-partidária.

Outro fato a considerar é que a Constituição estabelece natural vedação aos militares à greve, à sindicalização e a terem filiação partidária. Perfeito, já que as Forças Armadas são instituições nacionais permanentes de Estado e não “de governo”. Daí ser torrencialmente absurdo que não haja a exigência da condição de que o Ministro da Defesa, no mínimo, seja necessariamente apartidário. É um total contrassenso porque por mais que a Presidente da República seja a comandante suprema das Forças Armadas, cabem a estas, dentre as suas atribuições, a garantia dos Poderes Constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.

Pois é, como se vê, a Lei nunca antes na história “destepaiz” fora tão manchada com uma negritude tão intensa como a do óleo do petrolão, em meio a pedaladas fiscais a configurar o estelionato nas urnas, no qual a promessa de “fazer o diabo” para ganhar as eleições parece ter sido a única cumprida. Enquanto a economia recessiva agrava a vida dos brasileiros, a Presidente bate o pé e diz que “daqui não saio, daqui ninguém me tira” e evoca os movimentos sociais, a soldo do dinheiro público, como forma de persuasão intimidativa para qualquer processo político “golpista” que queira demovê-la do cargo. Passa o recado de que haverá a resistência dos tais movimentos, custe o que custar, em um previsível atrito com várias outras manifestações espontâneas do povo nas ruas, que a rejeita. Uma vez subvertida a Lei, agora só faltaria a ordem ir para o brejo. Aí seria o caos.

E diante desse caos a quem todos recorreriam? Sempre às Forças Armadas que – na égide de um Decreto bolivariano que tira autonomia dos Comandantes Militares –, poderia ter a sua atuação afetada no que se refere a garantir a independência dos Poderes Constitucionais frente a um Poder Executivo que exala corrupção e influência para constranger os membros das outras esferas a não cumprirem com o seu dever republicano. E tudo sob a batuta da eminência parda chamada Eva Maria Chiavon, n°2 do Ministério da Defesa, casada com Francisco Dal Chiavon, n°2 do exército do MST, cujo líder é Pedro Stedile, general de Lula. Precisa desenhar? O leão já está dentro da sua sala. Ainda vai duvidar se morde? É assim que atua o PT e essa entidade marginal do Foro de São Paulo, sorrateiramente, de forma dissimulada. “Eu não vi, eu não sei” na esperança de que Dilma Roussef se arraste no cargo até 2018, esperando o retorno do “pixuleco mor” a transformar de vez o Brasil em um misto de Venezuela com Cuba.

A pergunta é: você vai deixar?

Fonte: Blog do Edson Sombra por HIRAN ABIF ORUAM – 12/09/2015

Entradas Mais Antigas Anteriores Próxima Entradas mais recentes

%d blogueiros gostam disto: